Curso de Iniciação à Espeleologia PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Gabinete de Comunicação e Imagem   
Quarta, 26 Outubro 2016 09:31

Realizou-se durante os primeiros 3 fins-de-semana do mês de outubro o curso de Iniciação à Espeleologia, de acordo com as normas da Federação Portuguesa de Espeleologia (FPE), para o nível 2.

Inscritos nesta formação estiveram 3 elementos dos Bombeiros de Penela. O local onde a vertente teórica foi ministrada foi no CISED  Centro de Interpretação do Sistema Espeleológico do Dueça, situado na povoação das Ferrarias, concelho de Penela.

De acordo com as informações disponibilizadas sobre o curso, este está "organizado por forma a que os formandos atinjam a autonomia de progressão em gruta, quando enquadrados em equipas de exploração, mas pretende também dotar os formandos de conhecimentos científicos e técnicos que lhes permita um melhor conhecimento do mundo subterrâneo.

Esta formação é de interesse para os bombeiros que a frequentaram por três razões principais:

  • permitiu dar a conhecer o interior de algumas grutas e algares no concelho e arredores, um ambiente que não era familiar a todos os elementos;
  • permitiu também perceber - caso venhamos a ser solicitados a realizar um resgate e prestar socorro - as condições específicas inerentes a um ambiente de gruta/algar;
  • não menos importante, foi uma maneira de exercitar conhecimentos que são comuns a uma formação já recebida pelos elementos, nomeadamente em Salvamento em Grande Ângulo, uma área que também lida com técnicas de ancoragem, criação de amarrações, nós e técnicas de progressão em corda fixa.

Este curso de nível 2 consiste na aprendizagem dos aspetos teóricos e práticos das técnicas de exploração e regras de segurança, complementada pela abordagem dos diversos aspetos científicos da atividade espeleológica. Inclui treino das técnicas usuais em cavidades de diferentes tipos morfológicos e dificuldades variadas. Habilita o praticante a efetuar progressão autónoma em cavidade e a participar em trabalhos espeleológicos, integrado numa equipa".

Esta formação foi liderada pelo Monitor da FPE e espeleólogo de nível 3, Paulo Rocha enquanto diretor do curso, e contou também com a participação do topógrafo (e também espeleólogo de nível 3) Pedro Robalo, do espeleólogo Paulo Silva (na vertente de História da Espeleologia e treinos técnicos), do espeleólogo Paulo Rodrigues (na vertente de Geoespeleologia, espeleogénese, carsologia e treinos técnicos) e pela espeleólogo Sofia Alçada Morais, na vertente de Bioespeleologia.

Todos os formadores pertencem ao GEMA - Grupo de Espeleologia e Montanhismo de Aveiro.

 

 

Visita Virtual

Visita Virtual

Meios

absc3_0622abtd1_0622abtd2_0622abtd3_0622abtd4_0622abtd6_0622abtm5_06221001338_539535306081751_530735914_nvsat1_0622vope_01ve30_01VCOT-01vcot2_0622VFCI-01VFCI-03VFCI-04vfci5_0622vfci6_0622vfci8_0622vfci9_0622VFCI-10vttu_01vtgc3_0622vttr_04veta_01VETA-02_InundaçõesVUCI-01_PenelaVCOT-03 (2)